Banco Central autoriza pagamentos através do WhatsApp

O Banco Central autorizou nesta terça-feira, 30, o funcionamento de recursos que permitem pagamentos pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. ...


O Banco Central autorizou nesta terça-feira, 30, o funcionamento de recursos que permitem pagamentos pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. O Facebook, dono do app, foi aprovado como um "iniciador de pagamentos", de maneira que os usuários do mensageiro poderão transferir recursos entre si.

Em nota, o BC informou ainda que foram concedidas autorizações para dois arranjos classificados como abertos de transferência, de depósito e pré-pago, domésticos, instituídos pela Visa e pela Mastercard.

"Esses arranjos e instituição de pagamentos têm relação com a implementação do programa de pagamentos vinculado ao serviço de mensagens instantâneas do WhatsApp (Programa Facebook Pay). As autorizações permitem que ele seja utilizado para realizar a transferência de recursos entre seus usuários", diz o BC em nota divulgada nesta terça.

O BC esclarece que as autorizações não incluem os pleitos da Visa e Mastercard para funcionamento dos arranjos de compra vinculados ao Programa Facebook Pay, que seguem em análise. "O BC acredita que as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos", acrescenta.

Em nota enviada à imprensa, o WhatsApp disse que recebe com satisfação a aprovação do BC. "Agora, mais do que nunca, pagamentos digitais seguros e convenientes oferecem uma solução vital para transferir dinheiro rapidamente para pessoas que necessitam e auxiliar empresas em sua recuperação econômica. Compartilharemos mais informações assim que a função de pagamentos estiver disponível no WhatsApp", disse a empresa.

O WhatsApp lançou em 15 junho do ano passado um serviço de envio e recebimento de dinheiro no Brasil, mas uma semana depois teve o serviço suspenso pelo BC, sob a justificativa de que era preciso avaliar questões de competição e privacidade. Desde então, o BC vinha analisando o pleito e as regras para funcionamento.

Ontem, no evento virtual "Encontro Daycoval - Perspectivas Econômicas e de Investimentos para o Brasil 2021", que teve o apoio do Broadcast e do Estadão, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, destacou o casamento entre mídias sociais e serviços de finanças, sem citar diretamente o andamento do pedido do WhatsApp.

"Há um movimento de uso de mensagens por meio do Pix (o novo sistema de pagamento criado pelo BC). A sociedade usou sistema de pagamentos como mensagens porque tem demanda por misturar esses serviços", completou. Ele também falou da preocupação com os casos recentes de vazamento de dados pessoais no Brasil. "Não podemos criar ambiente de tecnologia sem cibersegurança bem feita", disse.

Sinais para o mercado
Para Guilherme Horn, conselheiro da Associação Brasileira de Fintechs, a sinalização do BC foi importante no sentido do fomento à inovação. "É um fomento à competitividade. Também acaba com o argumento de que o BC bloqueou para não concorrer com o Pix", diz Horn. "O BC queria se certificar de algumas questões de segurança e de acesso. Agora, liberou. É muito positivo para o mercado"

Já Adrian Cernev, professor do Centro de Estudos de Microfinanças e Inclusão Financeira, da Fundação Getulio Vargas (FGV), ressalta que, caso o Banco Central não tivesse atuado no ano passado, "o mercado de fintechs poderia ter implodido" se o WhatsApp entrasse no país em um sistema fechado de pagamentos financeiros, dado o alcance do aplicativo de mensagens no País diante da escala de empresas menores do mercado.

Agora, ao atuar como iniciador de pagamentos dentro do Pix (modalidade de pagamentos instantâneos lançada pelo BC em 2020), é possível enviar uma transferência do WhatsApp e receber o valor na conta de uma fintech ou de um grande banco, preservando a concorrência. "Apesar de o WhatsApp ter força de rede imensa (alcance entre usuários), o BC preservou a interoperabilidade do sistemas. Se não fosse feito isso, teríamos um mercado mais ogolipolizado entre bancos e WhatsApp, o que não vai ser o caso "

Outro ponto levantado pelo professor é a oportunidade de desbancarização que o WhatsApp traz. "Muita gente tem celular e tem o ‘zapzap’, mas não tem conta no banco. O aplicativo tem potencial para ser um instrumento para essa inclusão financeira", afirma.



Via Estadão Conteúdo 

COMENTÁRIOS

Nome

21º BPM,122,64ª DP,27,Ação Social,22,Acidente,23,Acontecimento,18,Acontecimentos,15,Agente Comunitário,1,Água,22,Ajuda,1,alagamento,1,Alerj,5,Ambev,1,ameaça,1,animal,33,aplicativo,8,Aposentado,11,Apreensão,75,áreas públicas,1,Arraiá da Colina,2,Arte,13,Artesanal,2,artista,3,Assalto,43,Assistência Social,23,Atacadista,3,Atendimento,6,aulas,7,Auxilio Emergencial,6,Auxílio Emergencial,50,Baixada Fluminense,437,Bala Perdida,7,Banco do Brasil,1,Bancos,6,Batalhão de Choque,1,Belford Roxo,4,Bolsa Família,22,Bolsonaro,2,brasil,36,Cadastro Único,3,Caixa,18,Caixa Econômica Federal,15,Calçadão,2,Câmara dos Vereadores,6,Câmera de Segurança,4,Campanha,4,Campanha de Vacinação,29,câncer,5,cantor,1,CAPS,1,Carga Roubada,23,Carnaval,9,carro,1,Carteira de habilitação,1,Ceam,1,CEDAE,25,CEJA,1,celular,1,chuva,7,Cidadania,8,CNH,1,Coleta de lixo,12,Comércio,9,Comunidade,1,Concurso,16,Conselho Tutelar,3,Conta de Luz,5,Conta Poupança,1,Coronavirus,1,Coronavírus,137,Corpo de Bombeiros,22,Correios,2,covid-19,118,Covid19,37,Cras,8,CRIANÇA,2,Crime,13,Cultura,33,culutra,1,Curso,10,Deam,5,Defesa Civil,20,defesa do consumidor,1,Degase,1,dengue,1,Denúncia,10,Desaparecido,10,desemprego,4,Detran,42,Detro,1,Detro-RJ,4,DHBF,42,DHF,1,Dia das Mães,2,dinheiro,13,diplomação,1,Direitos Humanos,2,Doação,14,Documentos,3,Dpvat,1,Duque de Caxias,7,Economia,32,eduacação,1,educação,69,EJA,1,Eleição,14,eleições,4,Emergência,1,Empreendorismo,4,Emprego,16,empresa,1,ENEM,8,enérgia,1,ensino,2,Entretenimento,3,Esporte,24,Estado,3,Estágio,4,Estudos,1,Estupro,7,Evento,38,Ex-prefeito,1,Exames,1,Exército,3,fábrica,2,faculdade,2,Febre Amarela,1,Feira de Adoção,2,Feminicídio,3,Feriado,4,férias,1,festa,6,FGTS,4,fiocruz,1,Firjan SESI,3,Fiscalização,13,fogo,1,fórum,1,Futebol,2,Gás,1,Gasolina,1,Gelson Azevedo,1,Globo,4,Google,1,Governador,6,Governo do Estado,14,Governo Federal,24,Grande Rio,7,gratuita,4,greve,1,Guarda Municipal,6,homem,2,Homenagem,4,Homicídio,38,Hospital,33,IBGE,6,Idoso,17,IFRJ,4,Igreja,6,Imposto de Renda,4,inauguração,16,incêncio,1,Incêndio,14,Indústria,1,inscrições,5,INSS,7,Internet,3,IPTU,6,IPVA,3,Isolamento Social,2,Jair Bolsonaro,2,João Ferreira,7,Justiça,11,juventude,1,Laser,1,Lazer,44,LBV,3,Lei,3,leilão,6,Licenciamento Anual,1,Light,28,Limpeza Urbana,2,Lixo,14,luz,5,manutenção,14,Marinha,4,maternidade,1,Matrículas,2,MEC,4,Medo,1,Mega da Virada,1,Mega-sena,1,Meio Ambiente,9,Menor de Idade,11,Mesquita,1,metro,1,Metrô,2,Milícia,8,Ministério da Educação,2,Ministério Público,9,Moda,1,Morro do Amor,1,Morte,79,Morto,27,moto,2,MPF,2,MPRJ,7,Mulher,30,museu,1,Música,10,Mutirão,16,Natal,3,natureza,2,Nilópolis,2,Nova Iguaçu,4,obra,1,Obras,27,Ônibus,21,online,1,Operação,17,ordem pública,2,Ordem Urbana,1,Outubro Rosa,2,pagamento,14,Palestra,3,Pedágio,1,Perseguição,6,Pessoas com Deficiência,2,petrobras,3,Pirataria,1,PIS/PASEP,2,PMERJ,2,Polícia,569,Polícia Civil,46,Polícia Militar,31,Política,34,políticia,3,População,2,posse,1,poupa tempo,6,praia,2,preços,9,Prefeitura,65,preito,1,Preso,14,previdência,4,previsão do tempo,1,PRF,10,Prisão,313,Processo Seletivo,5,Procon,11,Procurado,3,proeis,1,protesto,3,queimados,1,Reality Show,1,receita estadual,1,Receita Federal,3,Receptação,5,Rede Municipal,5,Resgate,4,RG,1,Rio de Janeiro,40,Rodovia Presidente Dutra,10,Roubo,100,Salário,14,Samu,2,Saneamento,3,sangue,2,São João de Meriti,1860,são joõa de meriti,1,Saúde,275,Sebrae,2,Segurança,5,Segurança Presente,4,Sequestro,2,Sérgio Mouro,1,Serviços da Prefeitura,11,Serviços público,10,SESC,9,Shopping Grande Rio,90,Show,7,SINE,1,Sorteio,3,STF,1,STJ,1,Suicídio,1,SuperaRJ,2,Supermercado,5,Supervia,8,SUS,4,Tarifa,2,Tentativa de Assalto,17,Tiroteio,17,Trabalhador,2,Trabalho,7,Tráfico de Drogas,116,trânsito,9,Transporte,10,TRE,2,TRE-RJ,2,Trem,7,tse,1,Uerj,1,UPA,16,Vacina,41,Vacinação,40,vagas,5,Veículo,17,vendas,1,vestibular,1,Via Music Hall,4,vicina,1,Vigilância Sanitária,6,Violência,4,Violência Doméstica,5,Vítima,6,WhatsApp,5,Wilson Witzel,1,
ltr
item
Notícias de São João de Meriti: Banco Central autoriza pagamentos através do WhatsApp
Banco Central autoriza pagamentos através do WhatsApp
https://1.bp.blogspot.com/-qZlSaeNH4h8/YGSAWPHhZvI/AAAAAAAAPQ0/kf9sBmQfw8AZ0Yj5Z2l2Pfwij8TBBMsPgCLcBGAsYHQ/w640-h334/Banco-Central-autoriza-pagamentos-atrav%25C3%25A9s-do-WhatsApp.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-qZlSaeNH4h8/YGSAWPHhZvI/AAAAAAAAPQ0/kf9sBmQfw8AZ0Yj5Z2l2Pfwij8TBBMsPgCLcBGAsYHQ/s72-w640-c-h334/Banco-Central-autoriza-pagamentos-atrav%25C3%25A9s-do-WhatsApp.jpg
Notícias de São João de Meriti
https://www.noticiasdesaojoaodemeriti.com/2021/03/banco-central-autoriza-pagamentos.html
https://www.noticiasdesaojoaodemeriti.com/
https://www.noticiasdesaojoaodemeriti.com/
https://www.noticiasdesaojoaodemeriti.com/2021/03/banco-central-autoriza-pagamentos.html
true
827011952052751005
UTF-8
Carregando Postagens Não foi encontrado nenhuma postagem VER MAIS Leia Mais Resposta Cancelar Resposta Excluir Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Mais RECOMENDADO PARA VOCÊ ETIQUETA ARQUIVO PESQUISAR MAIS POSTAGENS Não foi encontrado qualquer postagem correspondente com o seu pedido Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para o clipboard Não consegue copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C em Mac) para copiar Tabela de Conteúdo